Arquivos do Blog

Reaprendendo a relaxar

Em minha prática profissional, quando propunha aos clientes sessões de relaxamento, muitas vezes ouvia:

“Comigo não adianta. Eu não consigo relaxar”

Justamente estas pessoas são as que mais se beneficiam deste tipo de atendimento porque, acredite…

Relaxar, a gente aprende!
Ou melhor…
Re-aprende!

A este processo de reaprender a relaxar, damos o nome técnico de Recondicionamento Psicofisiológico.
Há pelo menos 100 anos, médicos, psicólogos e outros profissionais que atuam na área da saúde, vêm criando e pesquisando, de forma sistemática, técnicas capazes de produzir o estado de relaxamento.
Nos últimos 30 anos foi notável o desenvolvimento nesta área: inúmeras técnicas foram criadas e muitas pesquisas têm sido realizadas.
Porque tanto interesse e tão grande esforço de pesquisa?
Nossa sociedade moderna complexa, exigente e “urgente” deu ao Stress um duplo status: “Epidemia Mundial” (classificação da OMS) e “Doença do século XX” (declaração da ONU).

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o stress está associado a sete entre as dez principais causas de morte em países desenvolvidos.

  •    O stress (ou estresse) é extremamente danoso para a saúde física!

Mas não apenas para ela.

  •    O stress prejudica a memória, a rapidez e clareza mental.
  •   Compromete profundamente o de bem estar, realização e equilíbrio emocional dos indivíduos.
  •   Dificulta tremendamente a habilidade de manter vínculos afetivos duradouros e desenvolver relações saudáveis na vida pessoal ou profissional.

Dito de outra forma, o stress prejudica a nossa saúde de forma global: física, mental, afetiva/emocional e social.
Mas, como dissemos acima, nos últimos 30 anos, uma grande quantidade de técnicas de relaxamento foram criadas e testadas porque elas constituem a melhor e mais rápida resposta aos quadros de stress.
Numa série de sessões de relaxamento – Recondicionamento Psicofisiológico – várias destas técnicas podem ser utilizadas de forma a encontrar aquela mais adequada a cada cliente.

A pessoa reaprende a relaxar!

Na medida em que o cliente aprende e domina a técnica, através da prática, ele não mais necessita das sessões de relaxamento com a terapeuta.

Pode praticar o relaxamento em sua própria casa.

E, integrando este novo hábito à sua vida cotidiana, certamente terá uma melhor qualidade de vida e saúde integral.

Anúncios